Programa Casa Verde e Amarela (2021): Como Funciona, Inscrição, Consultar


É o novo programa de habitação popular do Governo Federal, que está substituindo o Minha Casa, Minha Vida. O novo programa habitacional do Governo Federal veio para reformular o Minha Casa Minha Vida .

O programa reúne iniciativas habitacionais do governo federal para ampliar o estoque de moradias e atender as necessidades habitacionais da população.

O Casa Verde e Amarela deseja promover o desenvolvimento institucional de forma eficiente no setor de habitação e estimular a modernização do setor da construção e a inovação tecnológica.

Hoje, a Caixa recebe os recursos para financiar as moradias e a remuneração pela prestação de serviço do FGTS de uma única vez. Com o novo programa, ao longo dos próximos quatro anos, o banco estatal vai ter uma redução gradual dessa remuneração, o que permitirá financiar as novas moradias sem a utilização de recursos da União.

O que é o novo Programa Casa Verde e Amarela?

O governo federal assinou nesta terça-feira (25) a Medida Provisória (MP) que instituiu o programa Casa Verde e Amarela, que tem como objetivo reformular o Minha Casa Minha Vida (MCMV), em vigor desde 2009. A

principal mudança proposta pelo novo programa é a redução das taxas de juros, que será ainda maior para estados das regiões Norte e Nordeste do país.

Com as taxas de juros mais baixas para todo Brasil , o programa Casa Verde e Amarela pretende ajudar mais de 1 milhão de brasileiros a realizarem o sonho de comprarem um apartamento financiado.

Qual a diferença entre o Minha Casa Minha Vida e o Casa Verde e Amarela?

Enquanto o Minha Casa, Minha Vida focava apenas na produção habitacional, o novo programa do Governo atua em três frentes: regularização fundiária, melhorias e produção habitacional financiada.

O Casa Verde e Amarela também traz novos grupos de renda e taxas de juros, que variam conforme a faixa de renda do cidadão e a localização do imóvel.

Nas regiões Norte e Nordeste, os juros são reduzidos, enquanto o limite do valor do imóvel aumenta.

Quais são os benefícios do Casa Verde e Amarela (2021)?

-Moradia própria: com ajuda do Casa Verde e Amarela, você pode sair do aluguel e conquistar sua moradia própria.

– Financiamento facilitado: o programa permite que o pagamento de sua moradia seja feito em até 360 meses.

– Taxa de juros reduzida: os valores ofertados pelo Casa Verde e Amarela são bem menores, quando comparados com o do mercado atual.

– Subsídio do Governo: uma porcentagem do valor do imóvel é paga pelo Governo.

 

Como funciona o Casa Verde e Amarela?

Com financiamento facilitado e redução de juros, o Casa Verde e Amarela ajuda milhões de brasileiros a conquistar o sonho da moradia própria.

O novo programa divide as rendas em 3 grupos, que vão até R$ 7 mil e oferece diferentes taxas de juros para cada um. São eles:

Grupo 1: cidadãos com faixa de renda de até R$ 2 mil.

Grupo 2: cidadãos com faixa de renda entre R$ 2 mil e R$ 4 mil.

Grupo 3: cidadãos com faixa de renda entre R$ 4 mil e R$ 7 mil.

Como se inscrever no Casa Verde e Amarela em 2021?

Segundo a Caixa, as famílias que possuem renda mensal de até R$7 mil poderão contratar de forma individual, podendo ser feito por meio da construtora ou por uma entidade organizadora que esteja vinculada a um empreendimento que pode ser financiado por algum banco público.

Essa inscrição é avaliada pela Caixa, no qual o cidadão poderá ter acesso às condições do financiamento.

Depois da análise, é preciso aguardar a aprovação dos documentos e por último assinar o contrato de financiamento.

A inscrição Programa Casa Verde e Amarela deve começar em 2021. A Medida Provisória (MP 996/2020) que cria o programa foi prorrogada no fim de outubro pelo presidente da Mesa do Congresso, Davi Alcolumbre.

Quais os documentos para se cadastrar?

– Comprovação De Renda Feita (Holerite/Contracheque);

– Documentos De Identificação (RG E CPF);

– Comprovação De Estado Civil (Certidão De Nascimento Para Solteiros, Certidão De Casamentos Para Quem É Casado E Certidão De Casamento Averbada Para Divorciados);

– Comprovante De Residência Atual;

– Declaração De Contribuição Do Imposto De Renda, Se Necessário

Para os trabalhadores autônomos, a comprovação de renda deve ser feita por meio de extrato bancário de pessoa física.

 

Veja informações sobre o antigo programa Minha Casa Minha Vida:

 

Quais as vantagens do Casa Verde e Amarela?

Facilidade no financiamento: o programa Casa Verde e Amarela oferece uma grande facilidade para você financiar seu apartamento, permitindo que a casa ou apartamento seja quitado em até 360 meses.

Menor Taxa de juros: o Casa Verde e Amarela oferece valores bem abaixo dos praticados pelo mercado facilitando a aquisição do imóvel. Essa taxa pode variar de acordo com a sua renda familiar, além de ser diferente também dependendo do estado e cidade em que você deseja comprar o seu imóvel.

Subsídio do Governo: parte do valor do imóvel será pago pelo Governo. É isso mesmo, o Governo Federal paga parte do seu novo lar.

Adeus ao aluguel: a maior vantagem do Casa Verde e Amarela é que você e sua família podem sair do aluguel e conquistar a tão sonhada casa própria. Alugar um imóvel é um dos gastos mais altos da vida de um brasileiro e, dessa forma, você vê todo mês uma quantia considerável do seu salário indo embora sem retorno algum.

Como Consultar Programa Casa Verde e Amarela?

Com o App Habitação você faz a simulação do financiamento, cria a sua proposta, cadastra os dados e documentos dos participantes e envia a proposta à Caixa de forma totalmente digital. O acompanhamento das análises de crédito, documentos e do imóvel é realizado diretamente pelo aplicativo.

O serviço está disponível para correntistas e não correntistas que desejam comprar imóvel residencial novo ou usado.

É só baixar o App Habitação Caixa (Google Play e App Store) ou acessar o Internet Banking.

CONSULTAR NO SITE > Acessar site da CAIXA ( http://www1.caixa.gov.br/servico/habitacao/ )  e utilize seus dados de contrato.

Caso prefira utilizar o site, faça seu login e acesse os serviços de emissão da 2ª via de Boletos, Declaração de Quitação Anual de Débitos, Demonstrativo de Valores Cobrados e Extrato do Imposto de Renda.

 

Quais assistências o programa Casa Verde e Amarela oferece?

Além das taxas de juros reduzidas, o programa disponibiliza diversas modalidades de atendimento, conforme o grupo em que você se enquadra.
Confira as modalidades de atendimentos oferecidas a cada grupo na tabela abaixo:

 

Quais são as taxas de juros do programa Casa Verde e Amarela?

Para quem apresentar renda de até R$ 2 mil, as taxas de juros ficam a partir de 4,25% ao ano no Norte e Nordeste, enquanto, para o resto do país,
ficam a partir de 4,5% ao ano.

Para renda de R$ 2 mil a R$ 4 mil, as taxas no Norte e Nordeste começam em 4,75% ao ano, e em 5% para as outras regiões.

Para renda de R$ 4 mil a R$ 7 mil, a menor taxa de juros é de 7,66% ao ano em todo o país.


 

Casa Verde e Amarela (2021): regras diferentes do antigo MCMV

Novo programa promove novas faixas de renda para acesso ao financiamento e diferentes taxas de juros por regiões do Brasil

Oficializado em agosto de 2020, o novo programa habitacional Casa Verde e Amarela (2021) estabeleceu algumas regras diferentes do antigo Minha Casa Minha Vida (MCMV).

O governo federal justifica a mudança como uma forma de facilitar o acesso da população à moradia digna.

A partir disso, o foco maior passa a ser nas regiões norte e nordeste do Brasil, cujos beneficiários têm acesso a juros menores, mas todas as regiões do País podem usufruir.

Qual a diferença entre o Casa Verde Amarela e o antigo MCMV?

Novo programa muda renda base mensal e taxas de juros nos três grupos contemplados e oferece melhores condições nas regiões norte e nordeste

Faixas e Grupos

No MCMV, existiam três faixas de renda. No Casa Verde e Amarela seguem sendo três, mas agora denominados como grupos.

Para o Grupo 1, existem benefícios como o financiamento de imóvel com uma taxa menor de juros, além de contar com subsídio na compra de unidade habitacional, regularização fundiária e reforma de imóvel.

Já nos outros dois grupos, os inscritos têm acesso ao financiamento de imóveis com taxas maiores do que no primeiro grupo e também têm direito à regularização fundiária.

No antigo programa, as famílias que tinham renda de até R$ 1,8 mil tinham direito a receber subsídios para adquirir um imóvel, com a prestação variando de R$ 80 a R$ 270 mensais.

Já as faixas de divisões eram de:

Faixa 1 – renda de até R$ 1,8 mil;

Faixa 1,5 – renda de até R$ 2,6 mil;

Faixa 2 – renda de até R$ 4 mil;

Faixa 3 – renda de R$ 4 mil a R$ 9 mil.

Agora, no programa Casa Verde e Amarela, os grupos são definidos da seguinte forma:

Grupo 1 – com renda de até R$ 2 mil;

Grupo 2 – com renda de R$ 2 mil a R$ 4 mil;

Grupo 3 – com renda de 4 mil a R$ 7 mil.

Mudanças nas Taxas

Além da divisão em grupos, o CVA estabelece também critérios de taxa por regiões. No MCMV, elas eram estabelecidas apenas pelas faixas, sendo de 4,5% até 8,16%, com algumas variáveis.

No novo programa, a situação determinada para os moradores do sudeste, centro-oeste e sul é de tributos de 5% a 5,25% para não cotista do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e de 4,5% a 4,75% para cotistas do FGTS que se enquadram no Grupo 1; 5,5% a 7% para não cotista e de 5% a 6,5% para cotistas do Grupo 2; e de 8,16% para não cotista e de 7,66% para cotista no Grupo 3.

Já para moradores das regiões norte e nordeste os encargos ficam assim: no Grupo 1, 4,75% a 5% para não cotista do FGTS e de 4,25% a 4,5% para cotista do FGTS. De 5,25% a 7% para não cotista e de 4,75% a 6,5% para cotista no Grupo 2. E de 8,16% para não cotista e de 7,66% para cotista no Grupo 3.


Veja informações sobre o antigo programa Minha Casa Minha Vida: